Hoje foi pro ar o teaser da campanha de Camo Pack que criamos pra Nike SB. O filme e as fotos são de João Khel e Rafa Jacinto (ex-membros do extinto coletivo Cia de Foto, atuais Estúdio 318 e Paranoid).

A campanha apresenta um olhar único do skatista brasileiro para esse momento em que toda atenção do mundo está voltada para o futebol e conta com Luan Oliveira como protagonista.

Assim que a campanha for lançada nós dividiremos aqui um pouco mais do conceito, bastidores e desdobramentos. Por enquanto, curta o teaser e #skatetodosantodia. ;)

Continue lendo ]
nike sbcamo packluanoliveiraskatetodosantodiakulturconteúdocomunicação

Bem-vindo ao novo blog da Kultur

image

Olá!

Se você está lendo este post, há uma boa chance de que já conheça a Kultur e nossos projetos. Se ainda não conhece, seja bem-vindo. 

Nós criamos este blog por alguns motivos. O principal talvez seja porque, bom, sites institucionais em geral são um saco. Mas, além disso, queremos oferecer mais do que um apanhado de cases e uma listagem de clientes.

A Kultur gosta de se pensar como algo diferente de uma agência tradicional. Nós acreditamos e vivemos um tipo de comunicação que nasce de um interesse genuíno por cultura de todo mundo que trabalha aqui - cultura musical, artística, digital, de consumo, de comportamento, social, política.

Esse interesse gera discussões e insights que muitas vezes não cabem em um site institucional e por isso acabam ficando sem espaço. Nós acreditamos que vale a pena dividir algumas dessas discussões com vocês e, no meio disso, também divulgar de forma mais direta o que temos feito. 

Para quem quiser ir mais fundo, nosso site antigo continuará acessível. Ali, você vai encontrar um acervo grande do que a Kultur já fez em seus sete anos de existência. 

Esperamos que você curta esse rolê com a gente. 

Obrigado pela visita, 

Equipe Kultur. 

Continue lendo ]

Projeto Bambas: artistas que definem a cultura jovem.

image

Os gostos e hábitos dos jovens brasileiros mudam em um ritmo cada vez mais acelerado e independente das mídias tradicionais. Esse novo cenário, que muitas marcas e agências ainda quebram a cabeça para entender, é influenciado por uma série de fatores, como o aumento substancial na renda média dos jovens, a inclusão digital em massa, a explosão das redes sociais e a popularização da internet móvel, entre vários outros. 

Nesse contexto, música e arte urbana exercem um papel importante como meio de expressão e formação de identidade. A Kultur tem um histórico importante de iniciativas nessas áreas e, em parceria com Passport Scotch Whisky, criou o Projeto Bambas, que tem como objetivo contribuir com a reflexão e o estudo desses fenômenos, contando histórias e estabelecendo relações decisivas na formação da cultura jovem atual. 

OS BAMBAS

"Bamba" é sinônimo de talento, respeito e influência. O Projeto Bambas reúne cinco artistas que, por meio de suas carreiras, influenciaram diretamente o gosto da geração milênio brasileira. 

image

No comando do Art Popular, Leandro Lehart foi um dos artistas que mais venderam discos no Brasil na década de 1990. Mas sua importância vai além dos números: acrescentando influências do R&B, do sambalanço e do funk ao pagode paulista, Lehart foi um inovador único na história do samba contemporâneo. Além de seu protagonismo criativo, ele exerce hoje um papel fundamental na valorização do legado do samba paulista, em projetos como o programa Pagode 90, na rádio Transcontinental, e o disco/DVD Ensaio de Escola de Samba

image

Mr. Catra, rei do funk carioca, é um nome cuja influência na cultura jovem do Brasil no século XXI pode ser comparada à de George Clinton ou Afrika Bambaataa nos EUA dos anos 1980/90. Mais do que pai de todos os funkeiros que explodiram nos últimos anos no país, ele é referência para quase quase todos os gêneros populares atuais, do arrocha ao sertanejo.  

image

Fefe Talavera é uma das poucas mulheres a conseguirem transpor o ethos orgânico da arte de rua para o mundo das galerias. Paulistana de pais mexicanos, a artista se criou entre as ruas do Brasil e do México, sofrendo forte influência da iconografia popular desses países. Apesar de formada na FAAP - onde aprofundou a pesquisa de ídolos como Basquiat, Schiele, Frida Khalo e Gaudi - ela diz que sua verdadeira escola é “o traço dramático e passional, de cores vivas e traços rústicos” das ruas latino-americanas. Seus monstros, assustadores e festivos ao mesmo tempo, já viajaram por Alemanha, Áustria, Espanha, Bélgica e Rússia.

image

Negra Li entrou para a história do rap nacional quando começou a rimar com a Família RZO. De lá para cá. seu contralto inconfundível já marcou presença em discos do Sabotage, Chorão e Akon. No álbum solo “Tudo de Novo”, de 2012, a cantora faz um resgate de suas raízes do samba, soul, R&B, rock, bossa nova e pop. E Negra Li não parou por aí: comentarista de TV e atriz, seu talento como pode ser apreciado em filmes como Antônia e 400 Contra 1. 

Um dos primeiros grafiteiros da cidade de São Paulo, Binho Ribeiro viu toda uma geração de artistas crescer e se desenvolver. Parceiro de vida e de muros de nomes como OsGemeos, Speto e Onesto, Binho articulou, em 2010, a primeira de uma das mostras mais importantes do movimento, a Bienal de Graffiti Fine Art. Poucos viram de tão perto e influenciaram tanto o início e a consagração de uma linguagem artística contemporânea pela qual o Brasil é mundialmente reconhecido. 

image

Conheça o projeto em www.osbambas.com.br

Continue lendo ]
kulturpassportpernodconteúdomúsicaarte

Urb Trade Show 2014

image

Mais do que um tradeshow de streetwear/sneakers/skate, a Urb é um símbolo da força do empreendedorismo brasileiro e da maturidade do nosso mercado. Depois do sucesso da estreia, em outubro de 2013, a feira está às vésperas da segunda edição, que será ainda maior.

A Kultur é responsável pela comunicação e identidade do projeto e acaba de soltar o cartaz aí de cima (a cargo do prata da casa Francisco Martins).

Saiba todos os detalhes sobre a Urb e as marcas participantes da segunda edição no site da feira

Continue lendo ]
Kulturdesigncomunicaçãourb

Qual vai ser a música da Copa?

Pode acreditar, estamos a pouco mais de 2 meses de realizar a segunda Copa do Mundo na história do Brasil (e, muito provavelmente, a primeira que você vai presenciar). Há quatro anos, a data ainda parecia uma promessa distante, mas a Kultur já pensava em como conectar os pontos entre cultura brasileira, futebol e comunicação. O objetivo era responder a uma pergunta simples: qual será a música da Copa de 2010? 

Para fazer a ideia acontecer, reunimos um monte de gente boa na mesa: de um lado, o time da Nike Sportswear; de outro, os produtores Daniel Ganjaman e Zegon. Assim, nasceu o projeto Umbabarauma

image

Jorge e Brown, homens-gol.

A ideia, ambiciosa, era dar uma cara contemporânea a “Ponta de Lança Africano (Umbabarauma)”, de Jorge Ben Jor - clássico da música brasileira e um hino do futebol.

Mais do que isso, queríamos promover um encontro dos sonhos: reunir Jorge e Mano Brown pela primeira vez em um estúdio. Além das dificuldades inerentes a um projeto desse vulto, a missão implicava convencer Brown a topar uma parceria com a Nike, algo praticamente impensável até então. 

Depois de intermediar muitas reuniões, de Alphaville (então sede da Nike) à Vila Fundão (QG da família Racionais), as partes enfim chegaram a um acordo, e o sonho estava na rua.

Com o ok dos dois astros principais, foi fácil montar um time de estrelas: Céu, Thalma Freitas, Anelis Assumpção, Pupillo, Duani Martins, Gustavo da Lua e Daniel Ben Menezes, além de Ganjaman e Zegon. A animação geral era de fazer inveja a uma seleção campeã. 

image

image

Bloco na rua. 

A produção da música tomou aproximadamente um mês. Durante esse tempo, Kultur, Nike e Big Bonsai tomaram conta da outra parte da história.

Como entregas de vídeo, a Big Bonsai produziria um clipe (assista no topo da página) e um documentário (partes 1, 2, 3). A Kultur, agência de Nike Sportswear, começou a criar o visual center e o hotsite do projeto, que seria hospedado no Nike.com, além do vinil em edição limitada da faixa.

O desafio, então, era começar a fazer barulho. 

image

A estratégia de comunicação foi estruturada sobre três pilares: grassroots, canais da marca e PR. Na primeira fase, os artistas envolvidos ficaram encarregados de vazar fotos do projeto, gerando curiosidade gradual até revelarem completamente do que se tratava. 

Depois, foi ao ar um teaser do vídeo no canal da marca no Youtube. A estratégia com os artistas movimentou tanto as redes sociais que a hashtag #Umbabarauma figurou por 10 horas entre os trending topics mundiais do Twitter, e o vídeo foi visualizado mais de 75 mil vezes (estamos falando de 2010, sem investimento em mídia). 

O terreno estava preparado para o gran finale. Em negociação com a produção do Fantástico, a equipe de PR da Nike conseguiu um feito inédito: inserir o vídeo no programa como parte do conteúdo. O acordo significou não apenas um raro caso em que conteúdo de marca é exibido sem investimento em mídia, como também marcou a primeira vez em que Mano Brown apareceu em um programa da Rede Globo. 

A apresentação no Fantástico aumentou ainda mais o movimento nas redes sociais, com adesão de celebridades como Luciano Huck. O vídeo, que entrou no Youtube logo após o final do programa, ultrapassou logo a casa dos milhões. Nas semanas seguintes, a MTV também exibiu o documentário, e o conteúdo segue dando cliques até hoje. 

Se a gente gostasse de trocadilho, daria pra dizer que foi um gol de placa. 

E em 2014: qual será a música da Copa? 

UMBABARAUMA - KPIs FINAIS: 

  • 15 milhões de telespectadores atingidos pelo Fantástico.
  • Milhões de visualizações do clipe no Youtube.
  • #Umbabarauma por 10 horas nos TTs mundiais do Twitter. 
  • Execução da faixa em 260 rádios pelo país (sem jabá).
  • Clipe na programação diária de 5 emissoras de TV.
  • Earned media US$ 6 mihões

Conheça o case completo do projeto aqui.

Continue lendo ]
kulturcomunicaçãoconteúdomúsicavídeo